Palmas de Monte Alto: Em reunião na Câmara de Vereadores, técnicos da Codevasf explicam sobre início dos estudos de viabilidade técnica, econômica e ambiental do projeto de irrigação Vale do Iuiu

Foto: Portal Vilson Nunes

Em uma importante reunião realizada na manhã desta terça-feira (9), no Auditório da Câmara Municipal de Palmas de Monte Alto, técnicos da da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) explicaram aos presentes sobre a elaboração dos estudos de viabilidade técnica, econômica e ambiental (EVTEA) com a consolidação do Anteprojeto de engenharia, Estudo Ambiental para atividades de Médio Impacto (EMI) e Modelagem de Concessão para a implantação do projeto de irrigação Vale do Iuiu. Para isso, a Codevasf está investindo aproximadamente R$ 5 milhões somente nessa etapa. Os estudos cobrem uma área de aproximada de 80 mil hectares e devem estar prontos em cerca de 18 meses. O Consórcio Techne – Nova Engevix, vencedor do processo licitatório realizado pela Companhia, será o responsável pelo trabalho.

A reunião contou com a presença do prefeito Manoel Rubens, a presidente da Câmara Patrícia do Rancho, demais vereadores e o público em geral.

ENTREVISTA

Ao final da audiência, o servidor técnico Sérgio Coelho esclareceu sobre as etapas de trabalho, as perspectivas do projeto e quais são os prazos estabelecidos. A representante do legislativo montealtense Patrícia e o chefe do executivo municipal Manoel Rubens destacaram os diversos benefícios que o referido projeto trará para Palmas de Monte Alto e a região.

Projeto de Irrigação Vale do Iuiu e PPI

As iniciativas da Codevasf para implantação do Projeto de Irrigação Iuiu tiveram início na década de 1990, quando foram realizados os primeiros estudos pedológicos e cartográficos. Inicialmente o projeto foi dividido em dois grandes blocos – Iuiu Sul e Iuiu Norte –, que totalizam uma área de aproximadamente 225 mil hectares.

A área irrigável estimada é de 65 mil hectares com disponibilidade de vazão é de 66 m³/s. Estudos preliminares apontam grande potencial produtivo devido à qualidade do solo, do clima favorável e da captação de água do rio São Francisco, além de malha rodoviária para escoamento da produção. A viabilidade agrícola é, sobretudo, para cultivo de grãos e para a fruticultura.

O mais novo projeto de irrigação da Codevasf na Bahia possui potencial de beneficiar uma população de cerca de 125 mil pessoas direta e indiretamente e de promover a geração de aproximadamente 185 mil empregos diretos, indiretos e induzidos.

Em 2022, por meio do Decreto Nº 11.041, o empreendimento de irrigação foi qualificado para inclusão na carteira de investimentos do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) do governo federal para oferta à iniciativa privada com o objetivo de celebração de contrato de parceria.

Atualmente a Companhia mantém 39 projetos públicos de irrigação que beneficiam diretamente 16 mil famílias. São mais de 120 mil hectares de área irrigada na bacia do rio São Francisco, que sustentam quase 343,2 mil empregos diretos, indiretos e induzidos. Em 2023, esses projetos produziram mais de quatro milhões de toneladas de itens agrícolas, como manga, banana, uva, arroz, limão, com valor bruto de produção de R$ 5,48 bilhões.

Fonte: Codevasf

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.