Igaporã: Após assassinato de pai de família, população realiza protesto contra violência na cidade e pede justiça; veja vídeo

Foto: Divulgação

Foi realizado nesta quarta-feira (5), na cidade de Igaporã (BA), um protesto popular durante o sepultamento do jovem Diego Souza Silva, 30 anos, que fora assassinado com seis tiros, na tarde da última terça-feira (4), no Bairro Alto da Varginha, após ser confundido com outra pessoa. Diante do acontecimento, a cidade de Igaporã está consternada, pois Diego tratava-se de um cidadão de bem, trabalhador e pai de família, bastante querido pela comunidade igaporaense.

Segundo os manifestantes, atualmente, o município de Igaporã vem registrando um índice alto de crimes, que vem ocorrendo com frequência sem qualquer providência eficiente para conter à onda de criminalidade. No final do mês de novembro de 2021, um jovem de 16 anos foi assassinado e outro baleado. Suspeita-se que alguns dos assassinatos estejam associados ao tráfico de drogas e disputas entre facções. “A cidade toda consternada, clima de revolta. Vários assassinatos e nada de resposta. Dois policiais na cidade, não tem investigador, delegado uma vez por semana, não tem delegacia. Dezenas de crianças envolvidas com o tráfico de drogas”, manifestou um cidadão ao PORTAL VILSON NUNES.

Conforme informações obtidas pela reportagem, há mais ou menos seis meses foi realizada na Câmara Municipal de Vereadores uma Audiência Pública para tratar da questão da segurança pública em Igaporã, com as presenças dos representantes da Policia Militar, Polícia Civil, Prefeitura de Igaporã, Vereadores e representantes da sociedade, momento em que foi debatida a preocupação com o crescimento da violência no município, com roubos, arrombamentos, assaltos em plena luz do dia, assassinatos e ampliação do trafico de drogas. Desta audiência saiu um pedido de providências às autoridades para melhorar à área de Segurança Pública na cidade.

Durante o enterro do jovem Diego, populares expuseram faixas e palavras de ordem, expressando revolta com os fatos que vêm ocorrendo e exigiram providências urgentes para que os culpados sejam identificados e punidos, de acordo com a Lei. No bairro Alto da Varginha, onde foram registrados os citados assassinatos, as pessoas estão apavoradas com medo dos criminosos que agem à luz do dia. [ASSISTA]

Feito por Portal Vilson Nunes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.