Palmas de Monte Alto: Futuro Santuário de Nossa Senhora Mãe de Deus e dos Homens acolhe Missionárias do Movimento da Mãe Rainha de Riacho de Santana

Foto: Pascom PMA

Neste domingo (24), a Paróquia Nossa Senhora Mãe de Deus e dos Homens de Palmas de Monte Alto (BA), acolheu a romaria da Mãe Rainha das cidades de Riacho de Santanada Diocese de Caetité em sua primeira Romaria ao futuro Santuário. As missionárias participaram da Celebração Eucarística, às 9h, na igreja Matriz, presidida pelo pároco da paróquia de Santa Luzia de Iuiu, Pe Patrick O’Neil, SM, idealizador do projeto da elevação da igreja Matriz à Santuário de Nossa Senhora Mãe de Deus e dos Homens Rainha do Sertão.

No final da missa, a senhora Maria Gerolina Badaró (Dona Gegê), fez um breve relato da história da paróquia, a qual coincide com a história do município. Ela explicou que, a Igreja Matriz foi construída no ano de 1743, ano em que as imagens de Nossa Senhora e do Cristo Morto, foram esculpidas em Portugal e trazidas até a capela em lombos de animais e braços de escravos. O então fundador Francisco Pereira de Barros (portuguese) que contraiu a enfermidade Paludismo no caminho enquanto trazia as imagens, não resistindo a enfermidade veio a óbito no caminho. Pe. Patrick ainda informou aos romeiros como surgiu o seu desejo em que a capela viesse um dia ser elevada a santuário devido sua bela história e a riqueza que representa para a cultura local bem como regional. Também falou da construção da Via – Sacra com cerâmicas pintadas também em Portugal com arte dos anos 1.700 combinando com a arte da capela e das imagens.

Foto: Pascom PMA

Após o almoço partilhado no Centro Pastoral, as missionárias participaram de uma belíssima pregação com o Tema: “Somos amados por Maria porque a Deus ela amou primeiro”, com Ana Maria dos Santos Nogueira (RCC) e um momento de animação no santuário.

Em entrevista a Pascom, a coordenadora do Movimento da Mãe Rainha de Riacho de Santana, Clarisse, falou da missão das missionárias em visitar pelo menos um santuário por ano. Ainda disse da sua alegria em visitar o futuro santuário. “ A subida da ladeira para eu chegar aqui no santuário, eu quase derramo em lágrimas. Fiquei emocionada. Estou assim, feliz por ter realizado eu e estas famílias realizado este sonho”, disse ela.

O idealizador do projeto do santuário, Pe. Patrick, também manifestou à Pascom da sua gratidão em ver crescer a devolução e visitação a igreja Matriz. “Fico muito contente por este processo estar em andamento e muito grato pela oportunidade em participar deste momento maravilhoso”. A coordenadora do Movimento da paróquia anfitriã, Gizelle Badaró, agradeceu a todos os paroquianos que colaboraram para que este evento acontecesse e principalmente as missionárias do movimento, que não mediram esforços para bem acolher a romaria. Também agradeceu a Gegê pela doação do livro de registro de presença de romaria.

Fonte: Gilmar Santana da Silva (Pascom PMA)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.