Vitor Bonfim saúda os 41 anos da Bahia Pesca

Deputado Vitor Bonfim (Foto: Reprodução)

O deputado Vitor Bonfim (PV) celebrou os 41 anos de história da Bahia Pesca, completados no último dia 28 de setembro, exaltando sua existência e contribuição “como uma importante parceira dos pescadores, marisqueiras e aquicultores” da Bahia. Em moção de congratulações, ele relatou a trajetória da empresa, fundada em 1982 no âmbito da Secretaria de Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura da Bahia. Hoje, elogiou Bonfim, ela desempenha “papel fundamental na promoção da inclusão socioprodutiva de pescadores, marisqueiros e aquicultores”. Através do estímulo à pesca e à aquicultura, a Bahia Pesca “implementa projetos sustentáveis que levam em consideração os aspectos econômicos, sociais, ambientais e culturais, visando contribuir para o desenvolvimento do Estado”.

Ainda segundo a avaliação do legislador, a atuação da Bahia Pesca ajudou, e continua ajudando, a impulsionar e posicionar a Bahia como uma das maiores produtoras de pescado no Brasil, “consolidando seu protagonismo nos setores de pesca e agricultura”. Como consequência, disse, essa conquista alinhou-se ao seu objetivo principal de promover o aumento da geração de empregos e renda, além de trazer uma melhoria na qualidade de vida de quem se dedica a pesca e produção agrícola no Estado.

Esta abordagem da empresa, prosseguiu Bonfim, se manifesta através de ações que destacam “sua notável contribuição e compromisso contínuo” para o cenário da produção de pescado e fomento à agricultura no Brasil. Ele citou como exemplos a assistência a pescadores e aquicultores; a elaboração de projetos nas áreas de pesca e aquicultura; o apoio à organização social das entidades; qualificação de mão de obra e “implantação de projetos aquícolas”.

Vitor Bonfim concluiu afirmando que, celebrar mais de quatro décadas de dedicação e realização dessa empresa é, sobretudo, “reconhecer e exaltar seu valor inestimável para o desenvolvimento social e econômico de comunidades pesqueiras e agrícolas em nosso Estado”.

Fonte: Ascom

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.