Uso de máscaras foi fundamental para achatamento da curva de progressão do Covid-19 em Urandi, avalia sanitarista

Urandi (Foto: Reprodução)

Após passar por um período crítico no enfrentamento ao coronavírus, a cidade de Urandi, no sudoeste baiano, conseguiu achatar a curva de progressão da doença e a situação está sendo controlada dia a dia.

Em entrevista ao site Achei Sudoeste, o coordenador da Vigilância Sanitária Municipal, Ricardo Dias, disse que o Município adotou uma série de medidas restritivas, inclusive o lockdown e o toque de recolher, com o objetivo de diminuir as aglomerações e barrar a taxa de contágio.

No dia 25 de junho, segundo o coordenador, a atual gestão também deu início a um projeto para testar 10% da população a fim de ter a real noção do impacto da doença entre os munícipes. Para Dias, o uso da máscara protetiva foi fundamental para conter o avanço da Covid-19 em Urandi. “97% das pessoas estão usando a máscara. Isso contribuiu para que a doença não se espalhasse tanto”, pontuou.

Fonte: Achei Sudoeste

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.