STF nega ação do MP-BA em barrar a vacinação dos profissionais de imprensa

Toffóli (Foto: Divulgação)

O Ministério Público da Bahia (MPE) moveu uma ação para barrar a vacinação dos profissionais de imprensa no estado, entretanto, o ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou o seguimento. Com isso, as prefeituras através da Comissão Intergestores Bipartite (CIB) devem concluir a vacinação dos profissionais de imprensa da Bahia.

A partir desta decisão do STF, o presidente do Sindicato de Jornalistas da Bahia (Sinorba), Moacy Neves, afirma que a gestão municipal precisa reduzir a idade da imunização destes profissionais. “Com a posição do STF, os gestores estão amparados juridicamente para ampliarem a vacinação dos profissionais de imprensa, reduzindo a idade para abaixo dos 40 anos, como aconteceu com outras categorias que foram imunizadas prioritariamente, a exemplo de professores, policiais e caminhoneiros”, disse. Um estudo feito pelo Sinjorba mostra que a morte de profissionais de imprensa por covid-19 na Bahia é o dobro da verificada na população em geral. “Enquanto a letalidade verificada no Estado até agora é de 0,158%, na nossa categoria foi de 0,3%”, informa Moacy. Desde o início da pandemia já morreram 30 jornalistas e radialistas baianos.

O Sindicato se queixa que a atitude do MPE e MPF de tentar barrar a vacinação dos profissionais de imprensa, que ele considerou injusta, estranha e intempestiva, atrasou a vacinação dos jornalistas e radialistas. “Muitos prefeitos e secretários se apegaram às ‘recomendações’ dos procuradores para não promoverem a imunização e nessa demora perdemos tempo e muitos colegas adoeceram”, lamenta Neves. A entidade pede agora que as prefeituras recuperem o tempo perdido e concluam a vacinação dos profissionais de imprensa. “É preciso baixar a idade imediatamente para evitar que novas mortes ocorram, como aconteceu com o colega Igor César Ribeiro Pereira, 35 anos, da Band, que faleceu agora em junho”, diz o presidente do Sindicato.

Em outros estados que estão imunizando a imprensa não há limite de idade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.