Restos mortais de Waldick Soriano são transferidos do Rio de Janeiro para Caetité

Foto: Divulgação

Os restos mortais do cantor Waldick Soriano, ícone da música brega brasileira, foram transferidos para Caetité, cidade natal do artista. Nesta sexta-feira (6), uma cerimônia foi realizada no Cemitério Bosque da Paz, às 9h, para marcar o novo sepultamento. Waldick Soriano morreu aos 75 anos, no Rio de Janeiro, em decorrência de um câncer de próstata.

Fãs do artista disseram que túmulo onde o corpo dele foi sepultado estava abandonado, e sem receber os devidos cuidados. Com isso, eles mobilizaram familiares do artista e conseguiram a transferência dos restos mortais de Waldick para Caetité. As ossadas do pai do cantor e de um sobrinho dele também foram deslocadas para a cidade do sudoeste baiano.

Se estivesse vivo, Waldick Soriano completaria 89 anos na próxima sexta-feira, dia 13 de maio. O artista tinha mais de 40 anos de carreira e marcou gerações com grandes sucessos como “Eu não sou cachorro, não” e “Tortura de amor”. Antes de se enveredar na música, ele chegou a ser peão, motorista de caminhão e garimpeiro.

Fonte: Ascom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.