Reportagem do Jornal Nacional mostrou cheia do rio São Francisco em Carinhanha; assista

Foto: Reprodução

Uma reportagem do Jornal Nacional, principal programa jornalístico da Rede Globo, exibiu para todo o país a situação da cheia do rio São Francisco em Carinhanha, segunda cidade banhada pelo Velho Chico na Bahia.

Mesmo com a interrupção das chuvas nos últimos dias, o nível do rio continua subindo na cidade, devido ao escoamento natural das águas dos afluentes.

De acordo com a reportagem, a cheia inundou plantações, deixou quase mil moradores ilhados e estradas bloqueadas. O município registra 90 pessoas desabrigadas ou desalojadas.

“A gente fica com medo de entrar, a água tornar a entrar novamente na casa. Então não tem como a gente ficar”, disse a comerciante Vanusia Sena de Almeida à reportagem diante do quintal todo alagado.

De acordo com a prefeita Francisca Alves, a Chica do PT, enquanto o nível do rio não baixar, muitas comunidades permanecerão sem acesso. “O volume de estrago é incalculável. A gente ainda não tem como fazer isso, porque o município é muito grande. Nós temos mas de 83 comunidades que estão isoladas. Só uma delas não está isolada. Todas as outras têm problema com as enchentes”

Nesta semana, o governo da Bahia reconheceu o decreto de situação emergência do município de Carinhanha.

Em outra reportagem exibida durante a semana nos telejornais do Estado, a gestão municipal de Carinhanha afirmou que o município tem tem perdido dez mil litros de leite por dia, já que o setor não tem como escoar a produção. Na agricultura, o prejuízo é de quase R$ 24 milhões, após plantações serem destruídas.

Malhada, primeiro município baiano cortado pelo rio São Francisco, localizado na margem oposta a Carinhanha, também sente os efeitos da cheia. Na localidade, muitas comunidades também estão isoladas pela cheia do Velho Chico. [Veja a reportagem]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.