Palmas de Monte Alto: Associação de Vargem Comprida é selecionada pelo PAA CONAB 2017 para ofertar produtos da Agricultura Familiar em Guanambi

PAA (Foto: Reprodução)

A Associação Comunitária Remanescente de Quilombo de Vargem Comprida teve a sua proposta analisada e selecionada pela equipe técnica da Gerência Regional da CONAB no estado da Bahia, para ofertar produtos orgânicos da agricultura familiar quilombola. A referida Associação promoveu a inscrição digital e documental da Proposta de Participação – Doação Simultânea PAA CONAB 2017, em parceria com o Núcleo das Associações Quilombolas e Comunidades Tradicionais do Estado da Bahia.

Segundo informações obtidas pelo Portal Vilson Nunes, a Entidade Organizadora (Associação de Vargem Comprida) conseguiu alcançar todos os critérios solicitados pelo Edital e contará com um investimento de R$ 50.000,00 (cinquenta mil) com a participação de 10 Agricultoras Familiares Quilombolas, inscritas na Proposta com o objetivo de produzir e entregar a Entidade Receptora (CRAS de Guanambi) 20.100 kg (vinte mil e cem) de produtos da agricultura familiar. Sendo eles distribuídos entre hortaliças, verduras, legumes e frutas. Foi comunicado aos agentes parceiros da Associação que em breve a mesma estará assinando o Contrato para iniciar a entrega dos produtos da agricultura familiar quilombola, produzidos na comunidade.

Em contato com a nossa redação, o senhor Ednaldo Medrado da Silva, coordenador de projetos do Núcleo das Associações Quilombolas e Comunidades Tradicionais do Estado da Bahia (NAQCTEB), afirmou que houve falta de interesse da Gestão Municipal de Palmas de Monte Alto, pois segundo ele, o Conselho Municipal de Assistência Social reprovou o projeto sem apresentar justificativas plausíveis, e em decorrência disso, os produtos serão ofertados ao município de Guanambi, na Secretaria Municipal de Assistência Social, a qual recepcionou e aprovou a proposta colocada por parte da Associação Comunitária Remanescente de Quilombo de Vargem Comprida.

Em resposta à reportagem, a presidente do Conselho Municipal de Assistência Social, Joana Batista do Nascimento, alegou que ela sozinha não responde pela gestão e nem mesmo pelo conselho de Assistência. “A não aprovação partiu da maioria do Conselho, e os motivos estão registrados na cópia da Ata que foi disponibilizada para o Presidente da Associação”, disse Joana. A reportagem não conseguiu contato com o presidente da Associação de Vargem Comprida para falar sobre o caso.

Fonte: Portal Vilson Nunes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.