Operação Ripley: PF cumpre mandados de prisão e busca e apreensão por desvio de recursos publicos no sudoeste baiano

(Foto: Reprodução)

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta quinta-feira (11), a Operação Ripley com objetivo de dar cumprimento a 02 (dois) Mandados de Busca e Apreensão e 02 (dois) Mandados de Prisão Temporária na cidade de São Paulo (SP), em desfavor de dois suspeitos investigados pela prática dos crimes relacionados à desvio de recursos do Fundo Municipal de Saúde de Maracá, no sudoeste baiano.

Durante as investigações, a PF confirmou que alguns indivíduos teriam clonado o número de telefone da secretária de saúde do município e, se passando pela mesma, determinaram a transferência de cerca de R$ 700.000,00 (setecentos mil reais) para contas de algumas pessoas físicas, também já identificadas. A continuidade das investigações, com o cumprimento das referidas medidas, permitirá à Polícia Federal apurar se o referido grupo criminoso também está envolvido na prática de outros crimes semelhantes.

Os investigados poderão responder pelos crimes tipificados nos arts. 171, § 3º e 288 Decreto Lei 2.848/1940 – Código Penal, cujas penas somadas podem chegar a, aproximadamente, 10 anos de reclusão. Um preso será encaminhado à custódia da Superintendência Regional da Polícia Federal em São Paulo (SR/PF/SP), onde ficará à disposição da Justiça. O outro investigado encontra-se foragido.

O nome da Operação, “Ripley”,  é inspirado em um filme norte americano de 1999, cujo personagem principal de mesmo nome assume a identidade de um milionário, após assassiná-lo, para se apropriar de seu patrimônio.

Fonte: Ascom/Polícia Federal

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.