Natural de Palmas de Monte Alto, homem é encontrado morto em Goiânia

Foto: Reprodução

Um homem, identificado como Ismauro Rodrigues da Cruz, de 31 anos, natural do distrito de Pinga Fogo,  na zona rural do município de Palmas de Monte Alto (BA), foi encontrado morto no final da tarde desta terça-feira (28), em um quarto de uma pousada, no setor Vila Nova, na região leste de Goiânia, capital do estado de Goiás.

Segundo informações obtidas pelo PORTAL VILSON NUNES, o corpo do montealtense foi localizado em estado de decomposição, levantando a suspeita de que ele tenha falecido há cerca de 2 dias ou mais. A principal suspeita é que a morte foi em decorrência de um ataque cardíaco, após ingerir bebida alcoólica. Não havia nenhuma marca de violência no corpo.

Na tarde desta quarta-feira (29), a senhora Wislene, filha do proprietário do local, onde Ismauro estava morando há poucos dias, entrou em contato com a nossa reportagem, em busca de parentes do falecido para tratar sobre a questão fúnebre. Rapidamente, o PORTAL VILSON NUNES localizou uma prima do falecido, mas diante da falta de condições financeiras, a família alegou que não tinha como custear o translado para o município baiano. Diante disso, mantivemos contato com o empresário Pamonha, dono da Funerária Rio Bahia, que se comprometeu em fazer a doação de uma urna e também de conseguir um valor mais em conta do translado. Posteriormente, a reportagem procurou o Poder Público Municipal, através da Secretária de Assistência Social, Joana Nascimento, que se dispôs à ajudar no procedimento, a fim de evitar que o montealtense fosse enterrado como indigente no estado goiano.

Conforme apurado, Ismauro estava em Goiás a trabalho. Ele foi abandonado pela mãe quando tinha 2 anos. O pai não o registrou. Na infância, ele morou um tempo com outros familiares. E após adquirir a sua maioridade, costumava a sair de cidade em cidade trabalhando em vários serviços.

Feito por: Portal Vilson Nunes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.