MP recomenda suspensão temporária do edital de Plano de Água e Esgotamento Sanitário de Paramirim

Foto: Reprodução

O Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) recomendou nesta quarta-feira, 15, à Prefeitura de Paramirim a suspensão do edital de convocação e do regulamento da consulta pública para revisão do Plano Setorial de Abastecimento de Água e Esgotamento Sanitário enquanto durar a pandemia da Covid-19. Para o MP,  a impossibilidade de realização de reuniões e audiências presenciais prejudica a discussão do edital. A Prefeitura tem até o próximo dia 25 para apresentar resposta.  A recomendação foi expedida pelo promotor de Justiça Jailson Trindade Neves.

Foi orientado que, ao final da pandemia, seja estabelecido um prazo de 30 dias para que a população possa avaliar o plano sanitário. Com objetivo de proporcionar o maior acesso possível ao conteúdo do plano, esse ainda deve ser disponibilizado para consulta pela internet e por meio físico. O edital foi publicado no dia 10 de julho e disponibilizado durante apenas cinco dias úteis para consulta popular. A recomendação considerou o tempo de consulta pública muito curto para a complexidade do projeto.

Também de acordo com o MP, o Plano Setorial não contempla os quatro serviços básicos de saneamento exigidos na Lei 11.445/2007: abastecimento de água potável, esgotamento sanitário, limpeza urbana, administração de resíduos sólidos, drenagem e manejo das águas pluviais urbanas. O edital faz menção somente aos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário.

Fonte: Ascom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.