Menina de 14 anos morre, após ser envenenada pelo próprio tio, na zona rural de Sebastião Laranjeiras; ele tentou suicídio

Hospital Municipal Walter Leão Rocha, em Sebastião Laranjeiras (Foto: José Geraldo/Rádio Tropical FM/Portal Vilson Nunes)

Uma menina de 14 anos, identificada como Alechandra Barbosa Santana, morreu na noite desta sexta-feira (25), após ser envenenada pelo próprio tio, na fazenda Ramos, zona rural do município de Sebastião Laranjeiras (BA).

Segundo informações apuradas pelo PORTAL VILSON NUNES, por volta das 22h50, a guarnição da 2º Pelotão da 4ª Cia foi acionada pela recepção do Hospital Municipal Walter Leão Rocha, relatando que a vítima havia dado entrada naquela unidade de saúde por envenenamento e foi a óbito em seguida. Na ocasião, a polícia foi informada, que o responsável pelo ato foi o próprio tio da garota, identificado como Joselandio Barbosa de Brito, de 35 anos, que também foi socorrido pelo SAMU, mas já se encontrava em perfeito estado de saúde. Em depoimento à polícia, o acusado assumiu ter envenenado a sobrinha, alegando que estava de cabeça fraca. Ele informou ter colocado uma porção de veneno líquido de nome Bazuka em um copo com bebida alcóolica e deu para a menina, que ingeriu primeiro. Posteriormente, o próprio Joselandio tomou o restante.

O corpo de Alechandra foi removido pela equipe do Departamento de Polícia Técnica de Guanambi e encaminhado ao Instituto Médico Legal para ser necropsiado. O homem foi apresentado na Delegacia Territorial de Guanambi, onde foi autuado em flagrante pelo crime de homicídio. Ele permanece preso à disposição da justiça. A notícia trágica chocou a pequena cidade de Sebastião Laranjeiras.

Feito por Portal Vilson Nunes com informações de José Geraldo/Rádio Tropical FM

One thought on “Menina de 14 anos morre, após ser envenenada pelo próprio tio, na zona rural de Sebastião Laranjeiras; ele tentou suicídio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.