Matina: Mãe implora por ajuda para conseguir realizar tratamento de saúde do filho que tem intestino com megacólon congênito; ASSISTA

Foto: Reprodução

Na tarde deste sábado (30), uma mãe desesperada e aflita, identificada como Silvana de Jesus Ferreira, residente na fazenda Salobro, na zona rural de Matina (BA), procurou à reportagem do PORTAL VILSON NUNES, em busca de ajuda para o seu filho Lázaro Henrique, que tem um problema raro de saúde e a família não tem condições para custear o tratamento que será realizado em Salvador (BA). A criança, de apenas 4 anos de idade, que já passou por três cirurgias, foi diagnosticada com megacólon congênito. Segundo a genitora, em decorrência da enfermidade, semanalmente o filho precisar ir à capital fazer o tratamento e os custos com remédios e despesas de estadias são altos. Ela conta que recebe apenas R$ 269 reais do Bolsa Família. Além de Lázaro, ela tem outro filho com problema sério de visão.

Ao ser questionada se vem recebendo apoio do Poder Público Municipal, Silvana disse que até o momento só recebeu a passagem, mas esclareceu que na gestão passada, o filho teve toda assistência que precisava.

Silvana explicou que os procedimentos que o filho precisa é custeado pelo Sistema Único de Saúde (SUS), no Hospital Municipal de Salvador e Hospital Martagão Gesteira, em Salvador. Sendo assim, a ajuda que ela necessita é para arcar com as medicações e estadia. “As pessoas me ajudando, tenho que arcar com as medicações de meu filho, ele usa aplicações, usa quatro tipos de laxantes e também tem alimentação, pois a alimentação dele é toda modificada pela nutricionista, não adianta só ir no Hospital fazer os procedimentos e voltar pra casa e, não ter condições de comprar as medicações e as alimentações dele, é isso que me dói mais“, afirmou a mãe. [veja o vídeo]

Lázaro também reforçou o apelo da mãe e pediu ajuda para conseguir recursos financeiros. “Eu preciso viver”, disse o menino. [assista]

A DOENÇA

“’Mega’ quer dizer ‘grande’ e ‘cólon’ é o nome científico do intestino grosso, logo, o megacólon congênito (também chamado de doença de Hirschsprung) é uma dilatação de parte do intestino grosso causada por uma falha na condução dos impulsos nervosos (falta de inervação). É congênita e dificulta a passagem das fezes. O principal sintoma é a incapacidade de um recém-nascido de evacuar dentro de 48 horas após o nascimento. Outros sintomas incluem barriga inchada e vômitos. É necessário realizar uma cirurgia para desviar a parte afetada do cólon ou removê-lo totalmente.

COMO AJUDAR

Quem tiver interesse em contribuir, pode entrar em contato com a mãe do garoto, através do telefone (77) 9 9110-0491. Também foi disponibilizada uma conta para depósito, que está em nome da mãe dele. [segue abaixo]

Feito por Portal Vilson Nunes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.