Júri condena homem acusado de matar sobrinho na zona rural de Malhada

Fórum de Carinhanha (Foto: Reprodução)

O Tribunal do Júri, realizado nesta terça-feira (28), na cidade de Carinhanha, condenou o réu Júlio de Jesus Lopes, conhecido como Dórico, 40 anos de idade, acusado de matar o sobrinho William de Jesus Silva, na época com 24 anos, após se recusar a abrir um bar para seu tio, em março de 2021. Segundo publicação do site Folha do Vale, Júlio foi condenado a 7 anos, 5 meses e 5 dias de reclusão.

Dórico foi denunciado pelo Ministério Público por homicídio. O MP pediu pela condenação na forma da denúncia, mas a defesa sustentou legitima defesa putativa, privilégio e ausência de provas das qualificadoras.

Os jurados, ao serem questionados, reconheceram, por maioria, materialidade e autoria dos delitos. Por maioria, não absolveram o réu. Reconheceram o privilégio, por consequência lógica, não reconheceram a qualificadora do motivo fútil.

Ao encerrar o julgamento, presidido pelo juiz Arthur Antunes Amaro Neves, o acusado saiu preso e deverá ser encaminhado para o presídio de Brumado a fim de cumprir a pena imposta.

Fonte: Folha do Vale

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.