Homem é condenado a 37 anos de prisão por mandar matar mãe e avó para herdar casa no sudoeste baiano

Prisão (Foto: Reprodução)

Um homem identificado como Carlos Santos Ribeiro foi condenado a 37 anos de prisão pelo homicídio qualificado de sua mãe, Ionice Souza Santos, e sua avó, Clarice Souza Santos. O crime aconteceu em 2006, no município baiano de Vitória da Conquista.

O acusado responderá também pela tentativa de homicídio contra Amanda Castro Silva, que estava presente no momento do crime, e foi atingida com um tiro. A condenação foi decidida em sessão do Tribunal do Júri, na última quinta-feira (13), em Vitória da Conquista.

A condenação do crime ainda foi agravada por motivo torpe, para obter vantagem material e para assegurar a impunidade. A tese do Ministério Público foi sustentada pelo promotor de Justiça José Junseira e acatada pelo tribunal do Júri, presidido pelo juiz Valnei Mota Alves de Souza.

O crime

De acordo com a denúncia do MP, o réu mandou matar a mãe e a avó no ano de 2006, com o objetivo de herdar sozinho uma casa que pertencia à mãe dele. No dia do crime, a mando de Carlos, um homem armado entrou na casa onde elas moravam e matou a tiros Ionice e Clarice, respectivamente mãe e avó do réu.

A terceira vítima, Amanda, que também estava na casa, foi alvejada, para ocultar o crime, mas não morreu, conforme registra a denúncia, por motivos alheios à vontade do réu. A pena deve ser cumprida em regime inicialmente fechado, no entanto, cabe recurso da decisão.

Fonte: Ascom MP

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.