Governo da Bahia proíbe shows e eventos, independente da lotação

Rui Costa assinando decreto (Foto: Divulgação)

O governador Rui Costa (PT) anunciou na noite desta quinta-feira (3) a edição de um decreto proibindo shows e eventos, independente do número de participantes. A norma será publicada na edição desta sexta-feira (3), do Diário Oficial do Estado.

A publicação nas redes sociais veio acompanhada de uma reportagem exibida esta noite no Jornal Nacional, relatando o aumento dos casos e da procura por atendimentos na Bahia. “O sinal de alerta está mesmo ligado na #Bahia, como mostrou há pouco o Jornal Nacional. Inclusive, no Diário Oficial de amanhã, publicaremos atualização do decreto nº 19.586 proibindo shows e eventos, independente do número de participantes”, disse Rui.

Ele afirmou ainda que o decreto tem validade até o próximo dia 17, “com indicativo de renovação, caso as taxas permaneçam altas ou crescentes”. Por fim, Rui Costa reforçou a importância dos cuidados. A pandemia não acabou. “Vamos evitar aglomerações, usar máscara e álcool gel. Todos juntos contra o coronavirus!”.

Em setembro, o Governo do Estado voltou a autorizar a realização de eventos para até 100 pessoas. Em outubro o limite foi ampliado para até 200 participantes. As flexibilizações nas medidas de distanciamento social ocorreram no momento de campanha eleitoral nos municípios. Na avaliação do governador, estes eventos, e principalmente as comemorações dos eleitos, contribuíram para o aumento de casos em todo o estado.

Com a chegada do final do ano, a possibilidade de festas e aglomerações aumenta, o que é perigoso em tempos de covid-19. O governador Rui Costa afirmou nesta quinta-feira (3) que o governo fará um “monitoramento rigoroso” até nas redes sociais para flagrar estabelecimentos que façam festas nesse período.

Fonte: Agência Sertão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.