Geddel pode ter prisão preventiva revogada na quinta (6)

O ex-ministro da Secretaria de Governo Geddel Vieira Lima: suspeito de participar de esquema de arrecadação de propinas na Caixa (Ueslei Marcelino/Reuters)

O ex-ministro Geddel Vieira Lima pode ter a prisão preventiva revogada na quinta-feira (6). A decisão vai depender do juiz da 10ª Vara Federal, Vallisney Oliveira, durante a audiência de custódia que acontece na manhã da quinta, na Justiça Federal, em Brasília. Segundo informações da Agência Brasil, Oliveira vai avaliar se existe real necessidade em manter a prisão preventiva do ex-ministro.

Geddel foi preso preventivamente na segunda-feira (3), sob acusação de obstrução de Justiça nas investigações de suposto pagamento de propina na época em que era diretor da Caixa Econômica Federal. O político está preso na Penitenciária da Papuda, no Distrito Federal.

Por meio de nota, a defesa do ex-ministro se manifestou e alegou que a prisão foi “desnecessária” e disse ainda que não havia informações “relevantes” que pudessem embasar a prisão preventiva do político.

Fonte: Varela Notícias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.