Enquanto Caravana de Anísio Teixeira passa por Caetité, alunos assistem aula dentro de garagens na zona rural; prefeitura se manifesta

Escola em Maniaçu, na zona rural de Caetité (Foto: Portal Vilson Nunes)

A Escola Municipal Maurício Gumes, que fica localizada no distrito de Maniaçu, na zona rural do município de Caetité (BA), sofre com um velho problema que vem se arrastando por décadas. Os alunos da Educação Infantil e Ensino Fundamental I (1º a 5º ano), são obrigados a estudar dentro de garagens alugadas pela Prefeitura Municipal de Caetité, que servem de anexo, uma vez que a escola não comporta o número de alunos existente. Neste período chuvoso, as goteiras das garagens estão molhando os alunos e professores.

Segundo informou os moradores ao PORTAL VILSON NUNES, a Administração Municipal alugou esse espaço improvisado (garagens), porém até o momento não há nenhuma previsão de quando os estudantes serão levados para um local adequado.

Ainda conforme informações apuradas pela nossa reportagem, no município, todos têm conhecimento desse problema: alunos, pais, direção, Secretaria de Educação, Conselho Municipal de Educação, vereadores, prefeito, enfim, até o Ministério Público Estadual, mas nada foi resolvido. Ainda segundo informações, os Conselheiros do Conselho Municipal de Educação, já estiveram por duas vezes esse ano visitando a escola, entretanto nenhuma providência foi tomada.

Enquanto, a caravana de Anísio Teixeira passa por Caetité, não é possível que alunos estudem em garagens e ainda tenham que enfrentar as intempéries do tempo dentro da escola!

Os internautas encaminharam vídeos à reportagem, onde mostra a chuva molhando o interior do local, no entanto, como há imagens de crianças, a Redação decidiu não postá-los.

O OUTRO LADO

Procurada, a Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Caetité, esclareceu que, existe de fato uma Escola Municipal em Maniaçu, no entanto, como as salas são pequenas e antigas, é usado um anexo (uma casa alugada com toda estrutura necessária para os alunos estudarem). Ainda de acordo com a Ascom, um prédio novo está sendo construído para abrigar todos esses alunos, e o mesmo deve ser inaugurado até o início do ano que vem. “De fato as instalações são provisórias, mas não são instalações precárias, são instalações que comportam para que os alunos possam estudar“, diz a nota.

Fonte: Portal Vilson Nunes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.