Denúncia que pedia cassação da presidente da Câmara de Brumado é arquivada

Verimar Dias da Silve Meira (PT) (Foto: Achei Sudoeste)

O pedido de cassação do mandato da presidente da Câmara Municipal de Brumado, vereadora Verimar Dias da Silva Meira (PT), que havia sido protocolado no Legislativo, foi arquivado. Em ato publicado no Diário Oficial, a mesa diretora da casa, representada pelos vereadores Paulo César de Souza Ferreira (PCdoB), Edilsa Maria Teixeira do Espírito Santo (PCdoB), a Lia Teixeira, e Alberto Eliseu de Jesus (PSB), o Beto Bonelly, emitiu parecer pela rejeição da denúncia, visto que não houve qualquer conduta da presidente que configurasse quebra do decoro parlamentar.

No parecer, a mesa destacou que restou demonstrada a necessidade, pertinência e adequação dos contratos realizados pela Câmara Municipal no primeiro semestre de 2021, bem como a regularidade dos processos licitatórios. “Identifica-se que as condutas realizadas visaram o regular andamento dos trabalhos da Câmara de Vereadores, não ficando evidenciado, ainda que minimamente, qualquer ato que pudesse configurar abuso de prerrogativas, motivo pelo qual a denúncia não pode prosperar, posto que se adequa muito mais a um ato de perseguição política do que propriamente por pretender apurar a lisura de procedimentos administrativos”, afirmou a mesa, determinando o arquivamento da denúncia.

Vale frisar que, isolado, o vice-presidente Paulo César, cujo autor da denúncia é seu aliado político, funcionário do poder legislativo de sua indicação, assinou em prol do arquivamento.

Fonte: Achei Sudoeste

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.