Carinhanha: Colônia de pescadores Z-33 suspende secretário por suspeita de irregularidade

(Foto: Reprodução)

Uma grave denúncia marcou a última reunião da Colônia de Pescadores e Aquicultores z-33 de Carinhanha, no Médio São Francisco. De acordo com informações obtidas pela reportagem do PORTAL VILSON NUNES, a denúncia feita durante Assembleia Ordinária, no dia 25 de maio, aponta o secretário da Colônia, o Cosme Deir Conceição da Silva, como suspeito de apropriar-se, indevidamente, de um veículo doado para uso dos associados.

Ainda segundo a acusação, o fato teria acontecido ainda durante a gestão do ex-presidente da Instituição, quando o então secretário utilizava do automovel para fins pessoais e, posteriormente, o alienou sem autorização da Assembleia Geral e, tão pouco, da Federação dos Pescadores e Aquicultores do Estado da Bahia (FEPESBA). Apesar de não ter nenhum documento que justifique a alienação, foi identificada durante uma autoria interna, diversas despesas pagas pela associação relacionadas ao veículo. Além disso, uma consulta feita no Detran, constou a venda do referido carro em 4 de fevereiro de 2020.

Suspensão Preventiva e inicio do processo administrativo

Diante da denúncia apresentada, a assembleia votou e aprovou, por unanimidade, a suspensão preventiva de Cosme Deir pelo período de 90 (noventa) dias, a fim de evitar novas infrações e garantir a integridade das apurações. A suspensão abrange todos os direitos associativos do secretário, incluindo a participação em quaisquer atividades ou eventos organizados pela colônia.

A suspensão foi formalizada através da portaria nº 01, publicada no mural da colônia no dia 29 de maio de 2024, onde também foi  determinada a instauração de um processo administrativo interno para averiguar os fatos e assegurar o direito ao contraditório e à ampla defesa ao associado.

O Ministério Público (MP) instaurou um processo para investigar o caso.

O outro lado

A nossa reportagem entrou em contato com o acusado, que nos encaminhou uma nota. [leia]

“O Presidente com o autoritarismo dele fez um possível afastamento, onde eu não estou afastado, pois não me foi apresentado sequer nenhuma decisão judicial… Não estou respondendo nenhum processo de afastamento, não existe decisão judicial, e não há motivo algum pra ter.
Por perseguição política, assim que lancei minha candidatura como presidente da colônia de pescadores z33, no momento houve rejeição do atual presidente e o autoritarismo dele o levou a arrancar os cabos do computador em que eu exerço o meu trabalho, impedindo que eu atendesse os pescadores que ali estavam me aguardando para atendimento. Arrancou os cabos do computador dizendo: ‘Eu sou o presidente eu quem mando aqui e a partir de agora você não faz mais parte da colônia z33’.
Juridicamente eu sou Secretario da Colônia sim, fui eleito com voto pelos pescadores na chapa em que sou secretario administrativo, só não estou indo na colônia esses dias pois estou resolvendo umas questões da resolução da minha chapa concorrente”, disse.

Feito por Portal Vilson Nunes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.