Após DNA, homem chinês descobre que é pai biológico de apenas um dos gêmeos; caso semelhante já aconteceu em Riacho de Santana

Foto: Reprodução

Nesta sexta-feira (15), o caso de um chinês que descobriu recentemente ser pai de apenas um dos seus filhos gêmeos ganhou a web. De acordo com informações da revista China News Weekly, o outro bebê é fruto de outra relação da esposa do chinês.

Deng Yajun, diretor do Centro de Identificação Forense Beijing Zhongzheng, que foi responsável pela realização do teste de DNA das crianças, explicou à revista que é muito raro isso acontecer, um caso em 10 milhões. A situção é conhecida como super fecundação heteropaternal.

Se você está se perguntando como isso é possível, Deng Yajun, diretor do Centro de Identificação Forense Beijing Zhongzheng, que foi responsável pela realização do teste de DNA dos bebês, explicou o caso raríssimo – que só ocorre 1 vez em 10 milhões – para a revista China News Weekly.

“Primeiro, a mãe tem que produzir dois óvulos no mesmo mês, para ter os gêmeos bivitelinos (não idênticos). Depois, ela precisa ter relações sexuais com dois homens em um espaço de tempo muito curto, para que isso seja possível. Os resultados mostraram que os gêmeos têm a mesma mãe, mas não o mesmo pai”, explicou Deng Yajun.

Caso semelhante em Riacho de Santana (BA) terminou em separação

Em 2006, a história de Dulcinete Barbosa de Souza deu o que falar em Riacho de Santana, na Bahia. Noiva, Dulcinete teve um caso com outro homem e ficou grávida de gêmeos. O lavrador Milton Liberato Filho, noivo dela, duvidou que fosse mesmo o pai dos bebês. Dulcinete aceitou fazer o exame e, quando o resultado chegou, surpreendeu a todos: os gêmeos são filhos de pais diferentes.

Os bebês de Dulcinete, um menino e uma menina, hoje têm 14 anos. Milton registrou o garoto e paga pensão alimentícia. Mas rompeu de vez o relacionamento com Dulcinete. Já o suposto pai da menina diz que só iria reconhecê-la após um exame de DNA. O que deve ter acontecido.

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.