Após cometer estupro em Macaúbas (BA), homem é preso no estado de SP durante operação das polícias Civil e Militar

Foto: Reprodução

A Polícia Civil da Bahia, por meio da Delegacia Territorial de Macaúbas, Núcleo de Inteligência da 24ª COORPIN/Bom Jesus da Lapa – BA e 16º Batalhão De Policia Militar Do Estado de São Paulo, deflagrou, nesta terça-feira (22), uma operação no sentido de efetuar a prisão do nacional J.D.V, acusado de praticar Estupro de Vulnerável na cidade de Macaúbas no ano de 2014. O Mandado de Prisão Preventiva foi expedido pela Vara Crime, Júri e Execuções Penais, Infância e Juventude – Macaúbas – BA.

Entendendo o caso

O acusado J.D.V se aproveitou da confiança para aliciar e seduzir as menores a época dos fatos. Segundo declaração da menor, no interior do imóvel residencial do autor, jogou dominó com este, o qual tratou-lhe bem e ainda teria dado a quantia em espécie de R$ 10,00 (dez reais), em outro dia foi novamente com outra adolescente para residência do suspeito, onde jogaram dominó e enquanto uma assistia televisão o suspeito da autoria chamou a outra para ir ao quarto, e ali ligou o computador e passou a exibir fotos de mulheres e homens pelados, bem como vídeos pornográficos, instante em que o suspeito abaixou a calça e a calcinha da vítima e passou a tocá-la, enquanto beijava, a adolescente alegou que se sentiu incomodada com aquela atitude e foi para a sala, surgindo o autor na sala totalmente despido e com o pênis ereto, dizendo que queria fazer sexo com as duas menores, ocasião em que as duas saíram correndo.

A operação para o cumprimento do mandado de prisão ocorreu após intensa investigação realizada pelo N.I da 24ª COORPIN em conjunto com a DT Macaúbas – BA. O suspeito morava em um condomínio de alto padrão na cidade de São Paulo e após troca de informações a prisão foi efetuada pela Polícia Militar do Estado de São Paulo.

A Polícia Civil informa que a contribuição da população através do Disque Denúncia 181 é de suma importância no combate ao crime, reiterando os laços de confiança junto a toda sociedade.

Fonte: Ascom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.