Prefeitura de Palmas de Monte Alto concede autorização ambiental ao Consórcio FIOL – Lote 5 para extração de granito

Share on facebook
Share on whatsapp
Foto: Reprodução

Em publicação realizada no Diário Oficial do Município, na última quinta-feira (7), a Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Palmas de Monte Alto, concedeu autorização ambiental ao Consórcio FIOL – Lote 5, para a realização de atividade de EXTRAÇÃO DE GRANITO PARA CONSTRUÇÃO CIVIL PESADA, no Distrito de Sambaíba, zona rural do município de Palmas de Monte Alto.

Vale ressaltar que, esse tipo de licença sempre causa bastante polêmica, pois sempre existe a possibilidade da atividade provocar danos ao meio ambiente. Em 2016, por exemplo, O Ministério Público da Bahia, representado pelo Dr Jailson Trindade,  expediu recomendação a  Prefeitura Municipal de Guanambi para que suspenda a Licença Ambiental do Consórcio Pavotec Trial para extração de granito (extração, beneficiamento e produção de brita) na propriedade rural denominada Fazenda Corredor, na Zona Rural do Município, em área próxima a Zona Urbana.

O Secretário de Agricultura, Meio Ambiente, Comércio e Indústria, Francisco Emílio Pereira Lima, foi procurado pela reportagem, mas até o fechamento da matéria não se manifestou sobre o assunto. CONFIRA A PORTARIA:

A OBRA

A construção do lote 5 da Fiol é de responsabilidade do consórcio Pavotec/Trial, são 162 km no trecho que vai de Bom Jesus da Lapa até Caetité.

A construção da Fiol faz parte das ações do Programa de Aceleração do Crescimento (Pac). O objetivo da ferrovia é favorecer o escoamento da produção de grãos do Oeste do Estado e da extração de minério da Bahia Mineração em Caetité.

Fonte: Portal Vilson Nunes