Polícia baiana registra recorde de apreensão de drogas no mês de setembro

    0
    62
    Fotos: Divulgação

    O total de drogas apreendidas na Bahia este mês pelas polícias Civil e Militar é superior ao recolhido entre janeiro e agosto deste ano. Segundo a assessoria de comunicação da Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA), em setembro, foram recolhidas das ruas mais de 14 toneladas de drogas nas mãos de quadrilhas. O ano passado foram pouco mais de sete toneladas retiradas de circulação.

    Segundo a SSP-BA, o crescimento na apreensão de drogas já pode ser notado no mês de agosto, quando aproximadamente 3,8 toneladas foram recolhidas e em setembro, esse número mais que dobrou. O aumento é resultado de inúmeras operações, desenvolvidas de forma integrada pelas polícias Civil, Militar e Federal, além da Força-Tarefa da Secretaria da Segurança Pública.

    As apreensões de setembro ocorreram em diversas partes do estado, inclusive em Salvador e na Região Metropolitana. A mais recente aconteceu esta semana, com a apreensão de 700 quilos de maconha em Feira de Santana, na última sexta-feira (29), em uma operação do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco).

    Para o coordenador da Força-Tarefa, major Marcelo Barreto, a troca contínua de informações entre as polícias e a contribuição mútua das instituições têm aprimorado o desenvolvimento das operações, resultando em grandes apreensões. Além do trabalho realizado no varejo e na interceptação dos grandes carregamentos, a localização de plantações de maconha espalhadas no estado também tem ajudado na quebra do tráfico, como aborda o comandante do Comando de Policiamento Especializado (CPE) da Polícia Militar, coronel Humberto Sturaro. “Uma das maiores plantações de maconha do estado foi descoberta por equipes da Companhia Independente de Policiamento Especializado/Caatinga, nos municípios de Curaçá e Abaré. Foram quase 200 mil pés de maconha”, comenta orgulhoso das equipes.

    Fonte: Bocão News

    LEAVE A REPLY

    Please enter your comment!
    Please enter your name here

    This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.