Palmas de Monte Alto: Cidadãos já podem assinar abaixo-assinado pedindo estudo técnico para exploração de jazida

Share on facebook
Share on whatsapp
Foto: Vivian Nunes / Rádio Visão FM
Foto: Vivian Nunes / Rádio Visão FM

A partir desta segunda-feira (17/07), os cidadãos de 16 anos ou mais, residentes no município de Palmas de Monte Alto já podem assinar no Abaixo-assinado promovido pela Associação Novo Horizonte dos Moradores do Bairro Santa Cruz e Adjacências, mantenedora da Rádio Visão FM, no intuito de formalizar junto ao Governo do Estado da Bahia, uma solicitação de estudo técnico no ‘Morro do Espinho’, localizado na zona rural de Palmas de Monte Alto,  a fim de verificar e levantar o potencial da jazida existente no referido local para a exploração de pedra calcária de modo a despertar o interesse de uma indústria do ramo.

A iniciativa partiu do senhor Francisco de Souza Benevides, sócio fundador da Associação Novo Horizonte, que levou a ideia à direção da Rádio Visão, que acatou o projeto. Conforme Benevides, esse é um sonho antigo, e que agora ele visualiza grandes chances de se concretizar, uma vez que todos estão acolhendo a ideia, inclusive com o apoio  dos proprietários e da Associação Novo Horizonte. “Se o governo abraçar  este projeto, e realizar a pesquisa, mediante o resultado, possa interessar a indústria da construção, e se isso acontecer vai trazer a geração de emprego e renda para as pessoas da cidade, vai alavancar a economia da região“, disse Benevides.

Além do documento, a emissora já realizou uma reunião onde foram discutidas as ações a serem adotadas para empreender o projeto, com alguns encaminhamentos, como: expedição de documento aos órgãos responsáveis, aos políticos, deputados representantes da região.

O abaixo-assinado encontra-se nos seguintes pontos: Rádio Visão FM, Simone Artes, Farmácia Netofarma, Mercearia Veiga com Dona Toinha, Vidraçaria Palmas, Cimentão Benevides, Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Agesp com Moacir Badaró, locutora Tamires Lima, Jeferson Silqueira do Supermercado.

Fonte: Vilson Nunes / Rádio Visão FM