Obra de reforço da pista do aeroporto de Guanambi deve ficar pronta em um mês

Foto: Geovane Santos / Agência Sertão

Até meados de fevereiro, a pista do aeroporto Isaac Moura Rocha de Guanambi deverá voltar a receber pousos e decolagens. A estrutura está sendo reforçada com novas camadas asfálticas, com o objetivo de requalificar o aeródromo para operação de aviões comercias.

As operações estão suspensas desde 2 de outubro, quando as obras foram iniciadas. A obra está sendo executada com recursos da Secretaria de Infraestrutura do Estado,  pela construtora Paviservice Serviços de Pavimentação Ltda. A empresa venceu a licitação para da obra e vai receber R$ 6.040.114,92 pelo serviço.

A pista já poderia estar pronta se não fosse a interrupção da obra em 21 de dezembro. Segundo apurou a Agência Sertão, uma peça da usina de asfalto da empresa apresentou problema nessa data e interrompeu o serviço. A peça de substituição está sendo importada e a obra deve ser retomada até a próxima semana.

Entre 70 e 80% da obra já foi concluída, restando apenas a aplicação das últimas camadas asfálticas e a sinalização da pista. Com a conclusão, aeronaves particulares poderão voltar a operar no aeródromo.

A operação comercial ainda não tem previsão para começar, após concluídas as obras, os responsáveis pelo aeródromo deverão solicitar a requalificação da pista junto às autoridades aeronáutica. Após esse processo, a empresa interessada na operação faz a solicitação da linha e aguarda o deferimento para iniciar os voos. Caso todas as etapas sejam concluídas no prazo, até o fim do primeiro semestre a cidade poderá receber os primeiros voos.

A Azul Linhas Aéreas está interessada em operar voos a partir do Aeroporto Isaac Moura Rocha, a empresa tem expandido sua operação para municípios do interior do País. Só nessa semana, a empresa inaugurou dois voos no estado do Paraná, nos municípios de Toledo e Prato Branco.

Fonte: Agência Sertão