MP ajuíza ação contra ex-diretor do Hospital Regional de Guanambi por ato de improbidade administrativa

Share on facebook
Share on whatsapp
Hospital Regional de Guanambi (Foto: Portal Vilson Nunes)
Hospital Regional de Guanambi (Foto: Portal Vilson Nunes)

O Ministério Público Estadual (MPE), por meio da promotora de Justiça Tatyane Miranda Caires de Mansine Castro, ajuizou ação civil pública contra o ex-diretor-geral do Hospital Regional de Guanambi (HRG), Ariovaldo Vieira Boa Sorte, em razão da prática de improbidade administrativa.

Durante a execução do contrato nº 022/2011, firmado entre o laboratório Biolac e a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab), Ariovaldo não realizou a devida fiscalização do contrato, o que contribuiu para a Biolac cometer uma série de irregularidades.

Segundo informações, o MP acionou ainda a Biolac Laboratório de Análises Clínicas e Biológicas e seus sócios Vanilson Marques Flores e Carmem Conceição Fernandes Santos Bonfim. “Trata-se de uma empresa que não tinha a mínima capacidade operacional para gerir um contrato com a administração pública na área de saúde”, afirmou a promotora de Justiça. Na ação, o MP requer a concessão de indisponibilidade de bens dos acionados até o limite de cerca de nove milhões de reais e a condenação dos mesmos às sanções previstas na Lei 8.429/92.

Fonte: Achei Sudoeste