Mesmo com pagamentos atrasados e servidores em greve, prefeitura de Carinhanha vai gastar mais de R$ 1,2 mi em festa

    0
    100
    Prefeitura de Carinhanha (Foto: Reprodução)

    Falta de recursos, crise, corte de gastos, atraso no repasse, diminuição na arrecadação são palavras utilizadas pelos prefeitos para justificar atrasos nos salários e a falta de investimentos nos municípios. É o que vem acontecendo em diversas cidades do País com o agravamento da crise. Mas, parece que a crise que assola o Brasil, não chegou em Carinhanha, cidade da região do Médio São Francisco, onde o prefeito Geraldo Pereira Costa, “Piau” (PDT) irá gastar com os festejos daquele pequeno município, com cerca de 30 mil habitantes, uma pequena fortuna. Segundo o Diário Oficial daquele município serão gastos, esse ano com o Carnaval – onde uma das atrações é a cantora sertaneja Naiara Azevedo – mais de R$ 1,2 milhão. Em pesquisa ao Diário Oficial do mesmo município, em 2015 foram gastos com a mesma festa em torno de R$ 130 mil. Ou seja: esse ano a despesa com a folia popular irá custar aos cofres públicos quase dez vezes mais, em comparação a 2015.

    No final do mês de Janeiro, os servidores municipais de Carinhanha entraram em greve por conta do atraso dos salários, que deveriam ser pagos desde o mês de dezembro junto com o 13º salário, e fizeram protesto em frente a prefeitura local. Sindicato dos Servidores Públicos Municipais e Prefeitura, em reunião na semana passada, não chegaram num consenso e a greve dos professores continua. Mas a atual administração acha melhor gastar com o Carnaval do que pagar a remuneração em atraso do magistério. Não se sabe ao certo se há dinheiro da Bahiatursa, que sempre apoia festas populares a exemplo do carnaval de Porto Seguro, no carnaval carinhanhense. Mas há de se convir que, em tempos de crise, há de manter o bom senso em gastos com festas ou não realiza-las, como bem fez o prefeito de Colatina, no Espírito Santo, cancelando o carnaval. Parece também que “Piau” vive em outro planeta e que a palavra crise não faz parte da sua gestão ou ele desconhece o vocábulo.

    O que percebemos é que a prefeitura de Carinhanha não tem o bom senso em se fazer uma festa menor ou tentar aplicar a soma em mais saúde, educação e melhoria da qualidade de vida da população. Ao que parece, a prefeitura de Carinhanha – município que amarga o 165° lugar, com um Produto Interno Bruto (PIB) de R$ 84.665,64 mil, segundo o IBGE – está preocupada em gastar com festas populares, o que, em tese, gera poucas divisas para o município, do que gerar renda e melhoria de vida para esse povo sofrido do Médio São Francisco. O Sudoeste Bahia deixa o espaço aberto para uma possível manifestação da Prefeitura de Carinhanha sobre o assunto.

    Fonte: Sudoeste Bahia

    LEAVE A REPLY

    Please enter your comment!
    Please enter your name here

    This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.