Caetité: Prefeitura é acusada de pavimentar rua desabitada para beneficiar correligionários do prefeito; gestão esclarece que a obra era necessária

0
134
Foto: Leitor do Portal Vilson Nunes

A prefeitura de Caetité (BA), iniciou no dia 11 de julho de 2018, a pavimentação de algumas vias do município, através de convênio estabelecido com o Ministério das Cidades e a Caixa Econômica Federal, no valor de R$ 347.567,38 (trezentos e quarenta e sete mil, quinhentos e sessenta e sete reais e trinta e oito centavos), no entanto, internautas enviaram imagens à redação do Portal Vilson Nunes, denunciando que parte das obras realizadas com dinheiro público estaria beneficiando correligionários políticos do prefeito Aldo Ricardo Cardoso Gondim (PSB).

Foto: Leitor do Portal Vilson Nunes

Nas fotos registradas por internautas é possível visualizar que um dos calçamentos foi construído em um local completamente desabitado, onde nitidamente se ver apenas matagal e um lote murado, que conforme a denúncia, pertence a um funcionário que ocupa cargo comissionado na Prefeitura. “Eles estão aproveitando do erário público para fazer compromisso com os apadrinhados políticos, duas ruas que não tem casa nenhuma, só para beneficiar aliados, enquanto isso existem várias ruas habitadas, onde o povo sofre sem pavimentação”, disse o denunciante.

O OUTRO LADO

Foto: Divulgação

A reportagem manteve contato com a Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Caetité, que após verificar a situação, encaminhou Nota de Esclarecimento ao Site, informando que a obra em questão é considerada estruturante e necessária, pois no período chuvoso a rua sofre forte erosão. Confira:

A Travessa 12 de outubro, que foi calçada, é uma rede de drenagem dos Loteamentos Village Santa Rita, Samambaia, bem como da drenagem superficial de todo o Bairro Santa Rita e da Praça da Juventude. Dessa forma, o calçamento dessa Travessa é uma obra estruturante essencial para todo o Bairro, tendo em vista que ela sofre forte erosão (conforme mostra foto em anexo), no período de chuvas.”

Fonte: Portal Vilson Nunes

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.