Advogados ligados ao PT pediram prisão de Sérgio Moro em flagrante

0
51
juiz federal que atua na operação Lava Jato, Sérgio Moro (Foto: Reprodução)

O coletivo intitulado Advogadas e Advogados pela Democracia, grupo de profissionais do Direito ligado ao PT, protocolou neste domingo (8) no Tribunal Regional Federal da 4ª região (TRF-4), sediado em Porto Alegre, um pedido de prisão em flagrante do juiz Sérgio Moro, responsável pela Operação Lava Jato em Curitiba, e do diretor da Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, Roberval Drex. Eles são acusados pelo coletivo de descumprimento de decisão judicial, uma vez que está pendente de decisão a segunda ordem de soltura para o ex-presidente Lula expedida pelo desembargador Rogério Favreto.

Os advogados apontam a pronta atuação de Sérgio Moro, que está de férias, no sentido de obrigar a Polícia Federal a descumprir a decisão judicial. Para o coletivo, a postura de Moro já é suficiente para a detenção.

O pedido é extensivo a Roberval Drex em razão de o superintendente, que responde pela Superintendência da PF em Curitiba, onde Lula está preso desde 7 de abril, também descumpriu a decisão do desembargador.

Fonte: Congresso em Foco

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.