Foto: Vilson Nunes / Rádio Visão FM

A presença dos alunos de cursos técnicos e universitários do município de Palmas de Monte Alto que estudam na cidade de Guanambi, não conseguiu sensibilizar a todos os vereadores montealtenses na sessão ordinária desta segunda-feira (6/3). Após requerimento do vereador Carlinhos (PSD), a votação do Projeto de Lei (PL) nº 01/2017, de autoria do vereador Paulo Cleres dos Santos Nogueira (PSD), que pretende regulamentar o transporte gratuito para os referidos estudantes, foi suspensa.

A suspensão ocorreu durante a Ordem do Dia, quando o vereador Carlinhos solicitou a palavra e na qualidade de presidente da Comissão de Educação, invocou o Art.60 do Regimento Interno e requereu a retirada do Projeto da Pauta, para que a Comissão analisasse o mencionado Projeto. “Eu peço que seja retirado da Pauta, pois este Projeto deverá ter também o Parecer da Comissão de Educação, pois compete a Comissão opinar em todas as preposições pertinentes a Saúde, Educação, Cultura, Esporte e Lazer, dessa forma eu peço vista ao Projeto”, manifestou.

Posteriormente, a vereadora Ana Bárbara (PMDB) sugeriu que diante da importância do Projeto, o Parecer fosse dado de forma verbal, semelhante ao que seria emitido pela Comissão de Constituição e Justiça, mas a sugestão não foi aceita pelo edil e a parlamentar criticou a postura do colega. “Um projeto que está nas mãos dos vereadores desde o dia 20 de fevereiro, vem agora o presidente da comissão de educação solicitar vistas para depois emitir um parecer, esse parecer pode muito bem, diante da importância ser dado de modo verbal”, rebateu a vereadora.

Diante da divergência estabelecida, o presidente da casa, decidiu suspender a sessão por 10 minutos. No retorno ao plenário, o vereador Paulo Nogueira (PSD), informou que em cumprimento ao Regimento Interno da Casa, resolveu atender ao requerimento do Vereador Carlinhos, abrindo prazo de 48h para que a Comissão de Educação se manifeste sobre o Projeto de Lei. No entanto, fez uma ressalva que em hipótese alguma retirará a proposta da Casa. “Eu particularmente não abro mão um milímetro deste Projeto, mas eu tenho que cumprir o regimento, o que o colega pediu tem base legal, mas o projeto está mantido, ele será apreciado nesta Casa, eu não arredo o pé deste Projeto, mas não posso ferir o regimento, até pra não abrir brecha para o prefeito vetar“, esclareceu o gestor do legislativo.

Foto: Elaine Queiroz / Portal Vilson Nunes

O público presente composto na sua maioria por estudantes ficou nitidamente frustrado diante da alteração da Pauta. Houve alguns protestos e um cidadão chegou a levantar-se da cadeira e virou as costas em sinal de repúdio ao vereador Carlinhos, que após solicitar vistas do projeto ainda pediu que fosse dispensado da sessão para tratar de alguns interesses pessoais. “Mais uma vez a Educação teve seu direito negado. É assim que querem mudar Palmas de monte Alto? Alunos não podem sair prejudicados não“, reclamou um aluno.

Fonte: Vilson Nunes / Rádio Visão FM

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here