Questionado se Ivetinha ficaria com sequelas, um médico afirmou que ainda é cedo para falar sobre isso. “Agora só resta torcer pela recuperação dela, depois falamos sobre o assunto”, disse o médico

A dona de casa Ivete Luzia Moraes de Almeida (Ivetinha), 41 anos, internada desde 9 de janeiro, na UTI-Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Regional de Guanambi, após ingerir veneno tipo “chumbinho”, na cidade de Carinhanha, foi transferida  para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Municipal Prof Magalhães Neto, em Brumado.

Conforme informação do Hospital Magalhães Neto, o estado de saúde de Ivetinha ainda reque cuidados. Ela foi transfira para esta unidade por oferecer melhores condições, mas seu quadro clínico ainda precisa de cuidados.

Questionado se Ivetinha ficaria com sequelas, um médico afirmou que ainda é cedo para falar sobre isso. “Agora só resta torcer pela recuperação dela, depois falamos sobre o assunto”, disse o médico.

Segundo informações de amigos, Ivetinha estaria enfrentado uma forte depressão, inclusive já havia ingerido vários comprimidos no final de 2017.

Fonte: www folhadovale.net

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here