Gedel Vieira Lima (Foto: Reprodução)

Funaro é apontado como parceiro do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) em vários esquemas de propina, inclusive na Caixa Econômica. Ao solicitar a condenação de Geddel, os procuradores argumentam que ele tentou atrapalhar investigações das operações Sépsis e Cui Bono. De acordo com os procuradores, em um mês e meio, entre maio e julho deste ano, Geddel fez 17 ligações para a mulher de Funaro, Raquel Pita, a fim de sondar se ele faria um acordo de delação premiada. Para o Ministério Público, os contatos de Geddel com Pita tinham como objetivo intimidar o casal. Antes da prisão de Funaro, o ex-ministro jamais havia tido contato com Raquel Pita.

Fonte: Bocão News

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here