Montealtense fica ‘abalado’ ao presenciar morte de colega após tentativa de combater incêndio no estado de MG

Foto: Reprodução

Andrelino Santos de Jesus, 27 anos, morador do distrito de Espraiado, em Palmas de Monte Alto (BA) ficou emocionalmente abalado ao presenciar a morte do colega Luis Enrique, de 25 anos, ocorrida na última terça-feira (10/10), quando ambos trabalhavam na tentativa de combater incêndio em canavial de uma fazenda, que fica no km 897 da BR-262, na zona rural de Campo Florido (MG).

Em contato com o programa Giro de Notícias, da Rádio Visão FM, Andrelino contou que ele, o seu colega e outras duas pessoas estavam trabalhando no combate ao incêndio na fazenda, em uma área de palhada seca, local onde havia sido colhida cana de açúcar. Segundo o jovem, em determinado momento, por causa do vento, muita fumaça foi gerada na direção das equipes e calor excessivo. Neste momento, as equipes entraram no caminhão e começaram a sair do local, momento em que perceberam que o falecido, que também estava atuando no combate ao fogo como operador do jato de água de um caminhão-pipa, já estava no chão e correndo. Morador de Campo Florido, Luis Enrique não conseguiu sair a tempo e morreu carbonizado. A perícia técnica foi acionada e realizou os trabalhos de praxe.

Andrelino, que trabalhava como motorista e conhecia a vítima a mais de 1 ano, relatou à reportagem que parou bruscamente o caminhão e desceu para tentar ajudar o jovem, mas o fogo estava descontrolado. Ele reforçou que todos os colegas fizeram de tudo para tentar salvar a vida do jovem, mas não conseguiram. Segundo as testemunhas, a vítima estava utilizando os equipamentos de proteção individual.

O motorista Andrelino que tentou ajudar a vítima teve que ser levado para um posto de saúde para receber atendimento médico. Na manhã desta quinta-feira (12/10), ele conversou com a reportagem e contou detalhes sobre a tragédia. Ouça:

Fonte: Vilson Nunes / Rádio Visão FM