Foto: Lula Marques/Agência PT
Foto: Lula Marques/Agência PT

Eduardo Cunha (PMDB) poderá assumir a Presidência da República em pelo menos quatro oportunidades até o fim do ano, caso a abertura do impeachment de Dilma Rousseff (PT) seja aprovada pelo Senado nas próximas semanas e Michel Temer (PMDB) viaje para o exterior para compromissos diplomáticos.

De acordo com o colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo, a primeira vez seria logo em junho, quando deve ocorrer a Cúpula do Mercosul, em Assunção. Em setembro, Temer teria outros dois compromissos: a Cúpula do G-20, na China, e a Assembleia Geral da ONU, em Nova York — um evento que dificilmente Temer perderia, já que é o presidente brasileiro que tradicionalmente faz a abertura da reunião. No mês seguinte, Cunha também assumiria, já que Temer teria que viajar para a Cúpula dos Brics, na Índia. É a escalada de Eduardo Underwood Cunha a todo vapor.

Fonte: Brumado Notícias

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here