Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Os internos de unidades prisionais da Bahia vão deixar os presídios por conta do indulto de Natal. O número de presos ainda não foi divulgado pela Secretaria Estadual de Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap), mas no ano passado centenas de detentos foram liberados. Estatisticamente, 10% dos presos liberados no indulto não retornam aos presídios de origem e são considerados foragidos.

Coincidentemente, é justamente nesse período do ano que aumenta consideravelmente o índice de roubos e assassinatos no estado. Para se ter uma ideia da taxa de presos que não retornam às cadeiras, em 2012, 861 reclusos foram liberados e 82 não retornaram. Já em 2013, 775 detentos foram favorecidos pela saída temporária de Natal na Bahia, mas 74 não cumpriram o prometido e seguiram soltos nas ruas do estado.

Vale lembrar que o benefício da saída temporária é concedido a presos que cumprem pena no regime semiaberto, conforme previsto no artigo 122 da Lei de Execuções Penais (LEP). O acompanhamento dos presos durante o saidão é feito pela Secretaria de Segurança Pública de cada estado, que encaminha lista nominal com foto de todos os beneficiados para o comando das Polícias Civil e Militar, para que sejam identificados, se necessário. Além disso, agentes do sistema penitenciário fazem visitas aleatórias às residências dos presos.

Fonte: Varela Notícias

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here